Colômbia nos holofotes da gastronomia

 In Geral

Por: Fabiana Poças Leitão

Quando abordamos diversidade na gastronomia e no turismo, a América do Sul é um parque de diversões. A Colômbia, localizada no noroeste do continente, é um ótimo exemplo.

Durante muitos anos, turistas excluíram o país da lista de destinos, por conta dos graves conflitos internos. Hoje, esse cenário tem mudado visivelmente. De acordo com a empresa de turismo e comportamento de consumo Lonely Planet, o país, lar de sete patrimônios mundiais da UNESCO, tem potencial para se tornar um grande polo turístico nos próximos anos.

Diversas regiões têm ganhado destaque na mídia, como é o caso de Bogotá, que foi eleita a nova sede do 50 Best América Latina, da revista inglesa Restaurant. Esse prêmio enaltece restaurantes e personalidades gastronômicas, trazendo visibilidade e reconhecimento ao país como um todo. Mas antes de falarmos mais sobre essa grande honra, vale conhecer um pouco (ou um pouco mais) sobre a gastronomia dessa região tão rica.

Em linhas gerais, a culinária colombiana tem forte presença de milho e outros tubérculos, como a mandioca. Quando falamos em bebidas, a marca do país é o café, com uma produção anual de cerca de 12 milhões de sacas ao ano, de acordo com a Federação Colombiana de Produtores de Café (Fedecafé).

Por ser um país composto por grande mistura cultural, a gastronomia regional é de grande importância e faz da Colômbia uma surpresa a cada mordida. Na região amazônica, a culinária é caracterizada por peixes, sendo o pirarucu um dos mais consumidos. Em Santander, podemos degustar as famosas Hormigas Culonas, grandes formigas fritas e servidas como aperitivos. Na costa das Caraíbas, há um grande uso de frutos do mar em pratos típicos. Também em Bogotá, chefs servem um pouco do país em seus restaurantes. Um dos pratos mais consumidos é o Ajiaco, deliciosa sopa de frango com batatas, milho e alcaparras.

A partir desse ano, toda essa cultura gastronômica ganhará merecido destaque, fazendo com que toda a América Latina se encha de orgulho. A Colômbia teve 4 restaurantes na lista de 2016, com Leo Cocina sendo o mais bem colocado no ranking (ocupou a 6ª posição). Lá, a visionária chef Leonor Espinosa valoriza ingredientes locais, frutas e legumes, além de trabalhar junto à comunidade para ajudar no desenvolvimento da economia.

O prêmio ainda não tem data confirmada, mas para ficar por dentro das notícias ou saber mais sobre as edições passadas, acesse o site The Worlds 50 Best.

Gostou desse post? Deixe seu comentário abaixo!

A Pra.toh é uma consultoria especializada no segmento de alimentos e bebidas. Com uma equipe de profissionais de formação multidisciplinar, reúne o conhecimento e a experiência necessários para contribuir com a profissionalização e o crescimento do mercado de bares e restaurantes.

Contato: (11) 99611-7351 / 97493-7704

Imagens: divulgação

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

Recent Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

Seja informado sobre as novidades da Pratoh