O que é a Gastronomia Brasileira?

 In Geral

Foto por: Helena de Castro Sannini
Texto: Fabiana Poças Leitão

Nosso Brasil é um país de enorme riqueza cultural e gastronômica. São mais de 500 anos de mistura de tradições, ingredientes e preparações. As influências vêm dos europeus, indígenas e africanos, que deixaram uma marca sólida em cada região brasileira.

Além disso, o próprio descobrimento do Brasil remete à culinária, já que as caravelas portuguesas desembarcaram por aqui enquanto navegavam em busca das Índias e suas especiarias.

Devido à uma série de fatores, como a diversidade no clima, relevo, tipos de solo e vegetação, é difícil estabelecer um prato típico brasileiro, mas a unanimidade nacional fica com o clássico arroz com feijão. No entanto, não acreditamos que ingredientes tão comuns consigam expressar toda a complexidade da nossa culinária. Dessa forma, falaremos um pouquinho sobre cada região brasileira.

Região Norte

Forte presença indígena mesclada com a imigração europeia diferencia a gastronomia nortista de outras regiões do Brasil. É considerada por muitos o maior exemplo de culinária tipicamente nacional. Os ingredientes mais vistos são mandioca, cupuaçu, acai, urucum, jambu, guaraná, castanha do Pará, em pratos como Pato no Tucupi, Tacacá, e Maniçoba.

Região Nordeste

A culinária nordestina foi fortemente influenciada pelas condições geográficas e econômicas que afetaram a região ao longo do tempo, assim como pela antiga mistura das culturas portuguesa, indígena e africana. Os ingredientes mais vistos são azeite de dendê, leite de coco, gengibre, graviola, camarão, caranguejo e mandioca, em pratos como acarajé, vatapá, caranguejada, buchada, paçoca, tapioca, cuscuz e cocada.

Região Centro-Oeste

Uma das principais atividades econômicas do território é a pecuária, que influencia fortemente a culinária da região. Os ciclos de imigração trouxeram a gastronomia africana, portuguesa, italiana e síria para agregar nessa mistura. Os ingredientes mais vistos são pequi, mandioca, carne seca e milho, em pratos como arroz com pequi, picadinho com quiabo, empadão goiano, caldo de piranha e vaca atolada.

Região Sudeste

Até o século XIX, a cozinha da região era essencialmente influenciada pelos portugueses, indígenas e africanos. Após a chegada de imigrantes japoneses, libaneses, italianos e espanhóis, a diversidade gastronômica aumentou consideravelmente. Os ingredientes mais vistos são polvilho, arroz, feijão, ovo, carnes, massas, palmito e banana, em pratos como tutu de feijão, virado à paulista, moqueca capixaba, feijoada e pão de queijo.

Região Sul

O sul é formado por uma grande mistura étnica, resultando em uma culinária bastante autêntica, com presença forte das cozinhas italiana, alemã, portuguesa e espanhola. Os ingredientes mais vistos são carne bovina e ovina, farinha de milho e erva-mate, em pratos como barreado, churrasco, galeto e arroz carreteiro.

Hoje, a nossa gastronomia conquistou o paladar de muitos chefs, que brincam com sabores típicos brasileiros, utilizando técnicas de preparo internacional. Helena Rizzo, Alex Atala e Mara Salles são alguns dos percursores dessa febre. Fala-se muito em gastronomia regional, valorização do ingrediente e apoio ao pequeno produtor, tendências que já chegaram. E pretendem ficar.

Pensar em abrir um restaurante de comida brasileira é muito mais do que simplesmente cozinhar uma comidinha gostosa, é planejamento, análise de identidade visual, mobiliário e muito mais.

Quer saber mais? Preencha o formulário abaixo ou entre em contato conosco pelos telefones: (11) 99611-7351 / 97493-7704

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

Recent Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

Seja informado sobre as novidades da Pratoh